Sem categoria

Goleiro Bruno pede destituição de defesa no segundo dia de julgamento

 

O goleiro Bruno Fernandes pediu a destituição de seus advogados Rui Pimenta e Francisco Simim durante o julgamento do caso Eliza Samudio nesta terça-feira (20), no Fórum de Contagem, em Minas Gerais. O pedido foi visto pela juíza Marixa Fabiane, que preside o júri, como uma manobra para adiar o julgamento. Bruno pediu novo prazo para a juíza. Ela afirmou, durante o júri, que Bruno havia solicitado a destituição de Simim “claramente com vistas ao desmembramento do julgamento”, e negou o pedido. O goleiro havia argumentado que, como o advogado estava defendendo também sua ex-mulher, ele poderia ser prejudicado. Para evitar a manobra, a juíza determinou que a ré Dayanne Rodrigues, ex-mulher de Bruno, seja julgada em outra data. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo