Geral

Geddel sinaliza reaproximação com governo petista

GEDDEL - DEDO EM RISTEO presidente do PMDB da Bahia, Geddel Vieira Lima, ferrenho crítico dos governos petistas federal e baiano, sinalizou na tarde desta quarta-feira (29) uma possível reaproximação com os antigos aliados.
Depois de deixar o Ministério da Integração Nacional, ainda no governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Geddel foi nomeado vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa Econômica Federal,  já na gestão da presidente Dilma Rousseff (PT), mas foi exonerado pela líder nacional e rompeu de vez as relações com os petistas.
Em publicação na sua conta do Twitter, Geddel informou sobre um encontro político, que contou com as presenças do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), do ministro chefe da Casa Civil, Aloísio Mercadante (PT), e do ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) e afilhado de Temer, Moreira Franco.“Almoço interessante agora com Michel Temer, Min Mercadante e Moreira Franco.
Visões sobre o momento do Brasil”, tuitou o peemedebista. Na bolsa de apostas, a reaproximação de Geddel com os petistas já seria efeito das articulações promovidas por Temer, que assumiu recentemente a articulação política do governo Dilma.
Resta saber se as movimentações de seu correligionário e presidente nacional do seu partido respingarão em sua terra natal.
Atualmente, o PMDB baiano é aliado do principal líder oposicionista no estado, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), e integra a gestão democrata na capital baiana com a Secretaria Municipal de Transportes.
Bocão news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo