Cotidiano

Geddel diz que Temer deveria se preocupar ‘com própria pele’; Planalto teme delação

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) teria dito a aliados meses atrás, antes de ser preso pela segunda vez na última sexta-feira (8), que o presidente Michel Temer deveria se preocupar menos com sua imagem e mais “com a própria pele”. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

A afirmação reforça um temor do Planalto: um possível acordo de colaboração premiada entre Geddel e a força-tarefa da Operação Lava Jato, já que Geddel também teria dito que não aguentaria uma semana preso.

De acordo com O Globo, o governo quer enterrar a segunda denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer “antes que Geddel fale”.

Por outro lado, a avaliação é que o cenário é o mais favorável ao presidente do que na primeira denúncia. Um dos motivos é o desgaste de Janot, além das contradições dos irmãos Joesley e Wesley Batista e a atuação supostamente ilegal do ex-procurador Marcelo Miller no processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar