Esportes

Galiotte vê favorecimento ao Flamengo pelo VAR: “Ontem, parece que estava desligado”

Após o empate em 1 a 1 com o Internacional deste domingo (29 de setembro) no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Brasileirão, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, detonou a atuação do VAR ao longo da competição. Além de criticar o gol da virada de Bruno Henrique, anulado por toque de mão de Willian, o mandatário também insinuou que a tecnologia não tem atuado em muitos lances de jogos do Flamengo, líder isolado, a exemplo do 0 a 0 com o São Paulo, neste último sábado (28), no Maracanã.

“O Palmeiras não quer absolutamente nada, só queremos que seja justo, não pedimos nada, só justiça. Sim, vamos nos posicionar (na CBF), mas eu queria que as pessoas entendessem que o lance, ontem, a gente precisa falar. O Felipe Melo leva cartão em absolutamente todas as jogadas, ontem o Gabriel (Barbosa) pisou no atleta, e acho que o VAR estava desligado, porque não foi pedido. Hoje, a bola bateu na mão do Willian, parece que bateu, numa falta que ele recebeu, e cadê a falta? Somos prejudicados num lance faltoso contra o Palmeiras, gol anulado, e nem a falta marcada. Estamos pedindo critério, justiça, que a arbitragem atue de forma séria”, disse.

“É so fazerem um levantamento, muitos lances em que o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo, ontem foi um exemplo. O pênalti do Guerrero, é outro. São coincidências, são fatos, mas que a gente tem que vir a público dizer. A gente não quer isso, queremos um futebol sério, que marque, que apite igual para todos”, completou.

Com o empate em 1 a 1 com o Colorado, o Palmeiras segue na vice-liderança do Brasileiro, com os mesmos três pontos de distância para o líder Flamengo. No próximo domingo (6 de outubro), o Alviverde recebe o Atlético-MG, no Allianz Parque, pela 23ª rodada.

Foxsports

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo