GeralPolícia

Funcionário de centro psicossocial é preso suspeito de estuprar paciente de 10 anos com autismo

Um funcionário do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), da cidade de Condeúba, que fica a 648 km de Salvador, foi preso nesta sexta-feira (08), suspeito de estuprar um paciente de 10 anos, com transtorno do espectro autista.

De acordo com a Polícia Civil, os abusos sexuais ocorreram durante 11 meses. O titular da delegacia de Condeúba, Sérgio Fabiano, informou que diversos elementos comprovaram a materialidade dos delitos. O caso foi descoberto através de denuncias de familiares.

“Laudos periciais, exames e depoimentos colaboraram para o esclarecimento do caso e a identificação do suspeito, bem como as circunstâncias em que ocorreram os abusos”, informou.
O suspeito teve o mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão cumpridos por policiais da delegacia da cidade.

A vítima foi encaminhada para atendimentos médicos e para a rede de assistência psicossocial. As informações são do G1.

O Conselho Tutelar também foi acionado. A polícia afirmou que as investigações terão continuidade, com o objetivo de determinar todas as circunstâncias em que os delitos ocorreram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios