GeralNotícias

Fonte Nova: Operários vendem ingressos ilegalmente; Consórcio promete demissão

FUNCIONARIOS FONTE NOVA - INGRESSOAlém do tumulto registrado na manhã desta quinta-feira (29) na Arena Fonte Nova, em que pelo menos seis pessoas ficaram feridas após o lançamento de bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo por policiais militares, operários que trabalham nas obras foram flagrados a vender ingressos ilegalmente. Cinegrafistas flagraram dois homens e uma mulher fardados a receber dinheiro de torcedores que adquiriam bilhetes. O consórcio formado pelas construtoras OAS e Odebrecht, em nota, lamentou o episódio e considerou “inadmissível a atitude de alguns colaboradores que se aproveitaram do momento de trabalho para obter vantagens durante a venda no setor norte do estádio”, destinado à torcida do Bahia. Segundo o comunicado, as imagens registradas serão analisadas (veja aqui a foto ampliada) e os profissionais identificados serão demitidos. No próximo dia 7 de abril a praça esportiva será reaberta com o maior clássico do futebol baiano: o Ba-Vi. Todos os 41,5 mil ingressos colocados à venda foram esgotados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo