Cotidiano

Flordelis perde recurso e terá que usar tornozeleira eletrônica

O desembargador Celso Ferreira Filho, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, rejeitou o recursos impetrado pela defesa da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), que solicitou não ser obrigada a usar tornozeleira eletrônica.

Na decisão, o magistrado argumentou que o fato de ela não ter se apresentado para colocar o equipamento prova a necessidade da medida cautelar.

Flordelis é acusada pelo MP do Rio de ter sido a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, com quem era casada. Ela não foi presa por causa da imunidade parlamentar.

O desembargador também negou o pedido para que as medidas cautelares sejam antes apreciadas pela Câmara dos Deputados.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar