Esportes

Flamengo entra na Justiça para decidir quartas da Copa do Brasil em casa

O Flamengo entrou com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para trazer o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR, para o Rio de Janeiro. De acordo com sorteio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a segunda partida do confronto será na Arena da Baixada, em Curitiba. Contudo, o Rubro-Negro carioca se sentiu injustiçado com o procedimento realizado pela CBF. 

A diretoria flamenguista alega que sua posição foi invertida no sorteio antes da definição dos mandos. Isso ocorreu porque o critério da entidade máxima do futebol brasileiro é não ter clubes jogando a mesma perna do mata-mata na mesma cidade. O Fluminense, que também estava classificado, ficou com o jogo de volta no Maracanã. 

Segundo o site ge.globo, o critério não está estabelecido no regulamento da Copa do Brasil, e é nisso que se ampara o Fla. Vale lembrar que, nas oitavas de final, o processo foi inverso: o Rubro-Negro mandou a volta no Rio e o Fluminense teve de sair da cidade. O argumento do Flamengo, entretanto, é de que o Botafogo também estava na competição ainda, e fechou as oitavas de final em casa. 

O presidente do Fla, Rodolfo Landim, chegou irritado nesta terça (19) ao aeroporto do Galeão, antes do embarque do time para Brasília, onde jogará nesta quarta (20) contra o Juventude, pela 18ª rodada da Série A do Brasileirão. 

Ainda de acordo com o ge.globo, Landim falava alto ao telefone com interlocutor chamado Julio sobre a questão do sorteio. O nome do novo diretor de competições da CBF, vale lembrar, é Julio Avellar. 

“O critério foi feito para prejudicar meu time! Por que não inverte o Fluminense então?”, esbravejava o cartola. 

O pedido do Flamengo para a inversão da situação foi encaminhado ao presidente do STJD, Otávio Noronha. 

BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo