Esportes

Filipe Luis diz que faltou ao Flamengo ‘respeitar menos’ o Liverpool e explica por que não gosta de ver o São Paulo jogar

Dono da lateral esquerda do Flamengo e um dos responsáveis pelo ‘período mágico’ do clube entre 2019 e 2020, no qual resultou em cinco conquistas para a equipe da Gávea, Filipe Luís concedeu entrevista ao jornal O Globo.

O craque do Flamengo falou sobre o sonho de ser treinador no futuro e falou abertamente sobre futebol brasileiro e mundial.

Com grande conhecimento tático e um dos analistas do esporte dentro de campo, o lateral-esquerdo voltou a falar sobre a perda do Mundial de Clubes da Fifa, ainda em 2019, para o Liverpool. Para o craque, faltou um pouco mais de ousadia para a equipe dirigida por Jorge Jesus.

“Foi o jogo que o Jorge melhor preparou de todos, nos deu o jogo muito mastigado. Jogamos muita bola. Faltou respeitar menos. Lá na frente, faltou ter mais maldade, arriscar mesmo: não respeitar Van Dijk, não respeitar ninguém. Mas jogamos contra um time monstruoso, que era superior e foi superior”, disse Filipe, que ainda valorizou a dificuldade imposta pelo Flamengo.

“Eles mereceram ganhar. Mas o Flamengo foi o time que melhor enfrentou a final com um europeu. Aquele é o time com mais intensidade no mundo, os GPS mostravam isso. Três atacantes fantásticos, três meias com perna para correr dois jogos e uma prorrogação. Aquele time era praticamente imbatível”.

Um dos grandes destaques do Atlético de Madrid de Diego Simeone, Filipe Luís disse que tem prazer em ver sua ex-equipe atuar, mas criticou times como Barcelona e São Paulo, mesmo este sendo uma das ‘pedras no sapato’ do Flamengo desde à época de Jorge Jesus.

“Hoje, o Barcelona está chato de assistir (risos). O Liverpool, tenho prazer de ver. O Atlético de Madrid, tenho prazer de ver. Não gosto de ver o São Paulo jogar, porque é tão anárquico, e dá certo. É uma posse de bola muitas vezes passiva, mas eles têm muito mérito. Tem que tirar o chapéu. O último que me agradou de ver foi o Flamengo de Jorge Jesus. O Flamengo é o time que mais se assemelha àquele Bayern campeão da Champions”.

Espn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo