Política

Feira: José Ronaldo lidera pesquisa de intenção de voto

A Polícia Militar de Alagoas utilizou a força para garantir o acesso das autoridades à solenidade de inauguração da nova fábrica da Braskem no polo industrial de Marechal Deodoro. A confusão teve início quando autoridades como o presidente do TJ, Sebastião Costa Filho, desembargadora Nelma Padilha, senador Benedito de Lira, senador Renan Calheiros, secretário Álvaro Machado, entre outros, se depararam com o bloqueio na rodovia AL-101 Sul e na BR-316, promovido por servidores federais e trabalhadores rurais ligados a diversos movimentos. Segundo o jornal Alagoas 24 Horas, o senador De Lira (PP) se mostrou irritado com o bloqueio e defendeu o ‘fim da parcimônia’ com que os bloqueios de vias são tratados pelo governo. Enquanto o presidente do TJ negociava a liberação da via, a Cavalaria, Bope e Radiopatrulha foram acionados e, que utilizaram armamento como balas de borracha e gás lacrimogênio, para garantir o acesso das autoridades. O carro do magistrado foi atingido pelos manifestantes, e segundo o jornal O Globo, o presidente do Judiciário alagoano teria tomado um porrete das mãos de um manifestante e partido para a briga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo