Cotidiano

Fábrica fecha e demite mais de 500 funcionários por conta do coronavírus na Bahia

A direção da fábrica de calçados Renata Mello no município de Itarantim, no Médio Sudoeste da Bahia, reuniu seus mais de 500 funcionários nesta terça-feira (7) e comunicou que todos serão demitidos, conforme informações do portal Políticos do Sul da Bahia.

Segundo a empresa, a fábrica não está faturando em decorrência da pandemia do novo coronavírus e não tem condições de continuar pagando corretamente os salários de seus empregados, que agora estão de aviso prévio.

Em vídeo que circula nas redes sociais, diretores explicam aos empregados reunidos no pátio da empresa que a expectativa de retorno às atividades na fábrica de calçados é para julho, quando espera-se que o cenário da crise melhore.

“Eu vim aqui olhar para vocês, falar para vocês que nós não temos mais condições de tocar. Porque o que nós vamos produzir? Nós não temos perspectiva de faturamento. Temos muitas exportações para faturar, porém os portos estão fechados, os aeroportos estão fechados. Então estamos em uma sinuca de bico. Tem 15 dias que a gente já não dorme direito”, diz um diretor da empresa.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar