Cotidiano

‘Eu já transferi o meu domicílio eleitoral para Salvador’, avisa Cacá Leão

O deputado federal Cacá Leão (PP) revelou, na manhã desta segunda-feira (25), que transferiu o título de eleitor de Lauro de Freitas para Salvador, o que permite ser candidato ao Palácio Thomé de Souza em 2020, quando acontecerá a sucessão de ACM Neto (DEM).

“Já posso começar a discutir o processo [eleitoral]. Eu sempre disse que só faria isso após a transferência do domícilio eleitoral. Eu já transferi e já sou eleitor de Salvador”, declarou, em entrevista à rádio Metrópole. Cacá disse, ainda, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) precisa “enquadrar a sua família, os olavistas e os militares”, que têm gerado crises no governo.

Para o progressista, Bolsonaro é “bem intencionado”, mas está “perdido” na gestão. “O presidente precisa tomar para si a rédea, o comando do processo, enquadrar a sua família, os olavistas [integrantes do grupo do filósofo e escritor Olavo de Carvalho no governo], os militares e fazer com que todos pensem no Brasil”, ressaltou Cacá.

O parlamentar criticou o governo por “demonizar a política e demonizar os políticos”. “Entregou a reforma da Previdência e agora é problema do Congresso? Não é assim que funciona”, salientou.

Cacá afirmou, também, que o presidente não tem uma base aliada para aprovar as reformas. “Acho que da base de apoio de Bolsonaro é só o PSL. Não tem como dizer que é da base de apoio se não consegue marcar uma audiência com um ministro, se não consegue um ministro para trazer benefício. Nem o Democratas [que tem três ministros] é da base do governo”, pontuou.

Metro1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo