Slide

Estudo sugere que infectados pela dengue podem ter alguma imunidade contra Covid-19

Um novo estudo sugere que a exposição à dengue pode fornecer algum nível de imunidade contra a Covid-19. O ensaio ainda não foi publicado e é liderado pelo professor brasileiro Miguel Nicolelis, da Duke University.

O estudo compara a distribuição geográfica de casos de infecção do novo coronavírus com os de dengue em 2019 e 2020. Locais com taxas de infecção mais baixas de Covid-19 e crescimento mais lento no número de casos sofreram com intensos surtos de dengue neste ano ou no ano passado, de acordo com a revista Reuters.

“Foi um choque. Foi totalmente acidental. Na ciência, isso acontece, você está atirando em uma coisa e acerta um alvo que nunca imaginou que acertaria”, disse Nicolelis.

Estados como Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que tiveram altas taxas de dengue neste ano e também em 2019, tiveram crescimento mais lento da Covid-19 do que Amapá, Maranhão e Pará, que tiveram menos casos de dengue.

“Esta espantosa descoberta ergue a intrigante possibilidade de reatividade imunológica cruzada entre os sorotipos da dengue e o SARS-CoV-2”, pontua o texto que faz relação com os anticorpos produzidos para combater a dengue poderiam ajudar no combate do novo coronavírus.

Dentro da análise, existe a hipótese de que uma vacina contra a dengue também ajudaria a fornecer proteção contra a Covid-19. O estudo ainda precisa ser revisado por outros cientistas antes de ser publicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar