CidadesGeral

Estudantes baianos usam borra de café e criam produtos que repelem Aedes aegypti

Três estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Saúde Tancredo Neves (Ceeps), da cidade de Senhor do Bonfim, desenvolveram velas e sabonetes usando como matéria-prima um óleo extraído da borra do café. O produto tem capacidade de repelir o mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti.Os produtos são livres de substâncias químicas e baixo custo para a produção. 

Ao G1 os estudantes afirmaram que o preparo dos produtos ocorre através da mistura do óleo da borra de café com ingredientes como azeite, glicerina, parafina e essências. Na prática, o sabonete consegue criar uma barreira protetora rica em tiamina, a substância capaz de proteger a pele contra os mosquitos. Já a vela, através da queima, consegue exalar no ar substâncias nocivas aos mosquitos, diz a reportagem. Os produtos são livres de substâncias químicas.

Conforme a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), cerca de 64.496 casos de dengue foram registrados no estado entre janeiro e outubro do ano passado. No total, 381 municípios baianos tiveram notificações.

O Ministério da Saúde informou que 11 estados brasileiros, incluindo a Bahia, poderão ter surto de dengue ainda neste ano.

BN

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar