Notícias

Estudante se diz ‘traumatizada’ após ter cabelos roubados em Mussurunga

ESTUDANTE CABELO CORTADOA estudante Mariane Alencar Alves foi alvo de uma modalidade incomum de assalto enquanto andava pelo bairro de Mussurunga, em um caso que aconteceu no último dia 11, mas só foi divulgado nesta quarta-feira (26). Ela foi abordada por uma garota de 17 anos, que a ameaçou com uma tesoura de ponta. A vítima foi questionada se preferia ficar sem celular ou sem cabelo. Sem pensar duas vezes, escolheu a primeira opção e entregou o aparelho, o que contrariou a assaltante, que estava mesmo de olho nas madeixas de Mariane. Após ameaças, a ladra cortou várias mechas do tão desejado cabelo, devolveu o celular e fugiu. Segundo a irmã dã vítima, a estudante de Terapia Ocupacional Aline Alencar Alves, o crime foi denunciado na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Derca), no dia seguinte à abordagem. A assaltante de cabelos já foi identificada com a ajuda do Facebook e será notificada pela polícia, juntamente com seus responsáveis, ainda nesta semana, e deve prestar depoimento em março. Ao Bahia Notícias, Aline disse que chegou a conversar com a mãe da menor infratora, que se mostrou surpresa, mas explicou os motivos da filha. “A mãe chorou muito e se prontificou a dar depoimento. Ela disse que a filha fez isso porque queria um megahair. Como não tinha dinheiro, fez o que fez”, contou. Aline explicou também que, apesar da irmã já ter ido ao cabeleleiro para tentar amenizar a situação, o incidente causou um trauma irreparável, que permanecerá por muito tempo. “Ela está bem triste. Além do afeto que tinha pelo cabelo, sua auto-imagem foi afetada porque ela não gosta de cabelo curto. Mas, aos poucos, ela dará um novo sentido pra tudo isso”, lamentou. Indignada, a irmã da vítima disse querer justiça, mas reconheceu que a punição será branda, já que a malfeitora é menor de idade. “Sei que será tomada alguma medida socio-educativa. Nada mais. Acho que a lei da maioridade penal deveria mudar”, opinou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo