Cotidiano

Estados nordestinos vão ao STF contra Bolsonaro para reaver dinheiro do Bolsa-Família destinado à publicidade

Os estados do Nordeste entraram com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o governo Bolsonaro reveja a decisão de destinar R$ 83,9 milhões que seriam do Bolsa-Família, para financiar propaganda oficial.

O pedido foi assinado pelos procuradores-gerais da Bahia, Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Da região, somente Sergipe ficou de fora.

Se considerar o valor do benefício de R$ 200,00, a verba realocada para publicidade significa, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, deixar de atender 70 mil famílias nordesstinas.

Nesta semana, uma matéria da Folha mostou que 430 mil famílias ainda estão na fila de espera pela aprovação do cadastro no Bolsa-Família.Até janeiro, de todas as concessões dadas pelo Governo Federal, apenas 3% foram de famílias do Nordeste, enquanto 75% se concentraram nas regiões sul e sudeste.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo