Cidades

Entre livros, Dirceu é orientado por Marcelo Odebrecht nos treinos

JOSE DIRCEU - ABATIDOO ex-ministro José Dirceu, preso há seis meses durante a 17º fase da Operação Lava Jato, tem se dedicado aos livros e e cursos ministrados pela penitenciária.

Segundo informações da Folha de S.Paulo, as atividades podem ajudá-lo a diminuir o tempo atrás das grades caso seja condenado.

De acordo com a publicação, Dirceu fez dois cursos do Senai, de elétrica e de eletrônica, entre novembro e dezembro de 2015, no Complexo Médico Penal (CMP), presídio de Curitiba (PR).

Leia mais

Ubaíra: acidente grave entre duas motos mata uma pessoa e deixa três feridos

Chamas em casa de produtos agrícolas em Mutuípe foram contidas pela população, veja fotos

Record guarda chamada com Xuxa ‘prisioneira global’ que nunca foi ao ar

Entre os livros escolhidos pelo petista estão: “Austeridade – História de uma ideia perigosa”, do economista e professor da Brown University Mark Blyth; “A outra história da Lava Jato”, do jornalista Paulo Moreira Leite, sobre a operação que levou Dirceu novamente à cadeia; e um livro sobre Simón Bolívar, herói da independência sul-americana.

De acordo com a lei, para cada livro lido há o desconto de quatro dias de pena. No entanto, independente da quantidade de obras lidas, a lei só permite que seja descontado um livro por mês.

Além das atividades intelectuais, Dirceu tem procurado se exercitar nos tempos vagos. O ex-presidente e dono da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, também investigado pela Operação Lava Jato, é quem orienta sua série de treino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo