BrasilGeral

Entre Bolsonaro e Lula em 2022, presidente do PSDB diz que prefere levar tiro

O presidente nacional do PSDB,  o ex-deputado federal Bruno Araújo, disse que preferiria levar um tiro a ter que escolher entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em um eventual segundo turno na disputa pelo Planalto em 2022.  Em entrevista ao portal UOL, o tucano afirmou que, nesse caso, votaria em branco.

Ao portal, Araújo, porém, assumiu ter votado em Bolsonaro no segundo turno de 2018 e, citando uma declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de que escolheria Lula em um eventual segundo turno contra Bolsonaro, disse que desta vez faria diferente.

“Ele [FHC] foi colocado num pelotão de fuzilamento. Foi dito a ele que tinha que fazer a opção para não levar um tiro. Eu levaria o tiro. Nós [PSDB] vamos trabalhar fortemente, firmemente para ter outra alternativa que não seja as duas. Se chegar a essa alternativa, infelizmente eu voto em branco”, declarou.

Uma diferença entre Lula e Bolsonaro, disse Araújo, é que o PT “faz parte de um conjunto de partidos que têm apreço, compreensão da importância do processo democrático”, mas, ainda assim, está muito distante do PSDB.

“Hoje, o PSDB e o PT continuam com largas e grandes diferenças de visões de país, sobretudo do ponto de vista macroeconômico. Com o discurso do presidente Lula na sua coletiva recente, parece que essas posições começam a ficar cada vez mais distantes. O PT faz parte de um conjunto, aí sim, de todos que tiverem no campo da resistência para que permita que a democracia brasileira continue em processo de amadurecimento democrático. Nós vamos seguir”, acrescentou.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo