Saúde

Entenda a relação entre diabetes e os olhos

Dr. Celso Cunha, médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil comenta sobre a importância de estar atento aos sinais e sintomas da doença. Se não tratada, pode ocasionar alterações nos olhos, chegando a evoluir para glaucoma, catarata e até cegueira irreversível

Aproximadamente 12,3 milhões de pessoas convivem com o diabetes no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. O Dia Mundial do Diabetes, celebrado em 14 de novembro, foi criado em 1991 pela Federação Internacional de Diabetes (IDF) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para reforçar a conscientização a respeito da doença e evidenciar a importância da prevenção.

O Diabetes Mellitus é um importante fator de risco para as doenças cardiovasculares provocadas pela falta de insulina ou deficiência de sua ação. Quando uma pessoa tem diabetes, ocorre um déficit na metabolização dos carboidratos. A doença pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas têm potencial de levar a complicações nos olhos, coração, nas artérias, nos rins e até no cérebro.
 

Controlar o açúcar no sangue é medida essencial para as pessoas que possuem a doença. Por isso, o tratamento e acompanhamento médicos são fundamentais. Adicionalmente, a doença pode ser prevenida com a adoção de hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada, prática de exercícios físicos regulares, redução do consumo de sal, açúcar e gordura, entre outras medidas“, afirma o médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil – Dr. Celso Cunha.

O diabetes pode ocasionar mudanças na visão, que podem ser evidenciadas por sinais e sintomas, como visão embaçada e dor nos olhos, por conta das alterações nas altas concentrações de glicose que circula no sangue, comum na diabetes não tratada. Um dos exemplos é a retinopatia diabética. Com o aumento dos níveis de glicose no sangue, os vasos de retina se fecham até que o fluxo de oxigênio que vai para as células seja totalmente interrompido.
 

Inicialmente, a patologia tem início com a visão embaçada e conforme a piora, pode progredir até ao edema macular diabético, uma consequência do agravamento da retinopatia diabética e que precisa ser tratado imediatamente com o objetivo de evitar a perda total e irreversível da visão. Além disso, dependendo do aumento dos níveis de glicose, é possível o surgimento de novas doenças, como glaucoma, catarata e em alguns casos, a cegueira irreversível.
 

O glaucoma atinge diretamente o nervo óptico e o principal motivo é o aumento da pressão intraocular. Apesar de não ter cura, há diferentes tratamentos para o controle da doença, como a terapia com colírios. A catarata é outra doença comum nas pessoas com diabetes e aparece principalmente no público que já possui mais idade no momento de descoberta da enfermidade ou com falta de controle metabólico. Se houver o diagnóstico da catarata, procure um especialista e estabeleça um controle rígido da doença.

Para se ter ideia, a grande parte das doenças oculares oriundas do diabetes levam cerca de dez anos para se manifestar. Na fase inicial, costumam não apresentar sintomas, por isso, a importância de consultar um oftalmologista regularmente“, afirma Cunha.
 

O período de gestação é outro momento delicado. Mulheres com diabetes e que engravidam têm mais risco de desenvolver catarata. Por isso, é indicada a realização de exame oftalmológico para que o médico forneça as recomendações necessárias logo no início da gravidez. Vale lembrar que quando o diabetes está em um estágio avançado, pode ainda causar danos suficientes à circulação do corpo, levando a paralisia dos músculos que movem os olhos. Se os músculos oculares não funcionarem corretamente, os olhos também não.
 

Outro agravante é que pessoas com diabetes tendem a contrair infecções oculares de forma mais fácil, uma vez que essa doença afeta o sistema imunológico do corpo. Dessa forma, controlar o açúcar no sangue e investir em alimentação saudável são práticas que podem prevenir várias doenças em órgãos vitais do corpo humano, incluindo os olhos. “Os cuidados com a saúde ocular devem ser constantes, invista em exames preventivos e fique em dia com a sua visão“, conclui médico oftalmologista e consultor da HOYA Brasil – Dr. Celso Cunha.
 

Sobre a HOYA

A Hoya Vision Care é uma empresa japonesa que produz lentes para óculos de alta tecnologia desenvolvidas para correção de problemas da visão, como miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. Em seu portfólio estão produtos ópticos, incluindo filtros fotocromáticos e lentes de óculos, como a MiYOSMART, única lente pautada em seis anos de estudos e que reduz em até 60% a progressão da miopia infantil. A lente conta com a pioneira D.I.M.S. technology, tecnologia patenteada pela HOYA e desenvolvida em colaboração com a Universidade Politécnica de Hong Kong, que corrige o defeito visual em toda a sua superfície e possui uma área de tratamento em forma de anel para diminuir e até frear a progressão da miopia. Saiba mais em Link.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios