Cotidiano

Enfermeiro mata namorada por pensar que ela o infectou com Covid-19

O enfermeiro Antonio Pace, de 28 anos, é acusado de matar sua namorada, a médica Lorena Quartana, por suspeitar que ela o tinha infectado com o novo coronavírus.

Segundo o The Sun, após o crime o homem chamou a polícia e assumiu a autoria do mesmo. Ambos trabalhavam em um hospital em Messina, na Sicília, na frente do combate contra o Covid-19.

A polícia encontrou Lorena já sem vida no apartamento que vivia com o namorado, e Antonio apresentava marcas de quem tinha se automutilado.

“Matei-a porque ela me infectou com o coronavírus”, disse o enfermeiro.

Sabe-se, contudo, que o casal se tinha sujeitado ao teste e ambos tinham um resultado negativo para Covid-19, embora ainda estivessem à espera da confirmação de novos testes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar