Cidades

Empresa ligada a suspeito de corrupção pagou hotel para Mauro Ricardo, diz jornal

MAURO RICARDOO ex-secretário da Fazenda de Salvador e atual secretário da mesma pasta no Paraná, Mauro Ricardo Costa, teria ganhado a hospedagem em um hotel de Curitiba de uma empresa ligada a Luiz Abi Antoun, suspeito de participar de um esquema de corrupção e fraude de licitação.

Segundo matéria publicada pelo jornal Gazeta do Povo, Mauro Ricardo e a esposa ficaram hospedados no Hotel Bourbon de 31 de dezembro de 2014 a 5 de janeiro de 2015. A reserva, no valor de 1.751,40, teria sido feita e paga pela Alumpar Aluminios Ltda. Outra nota fiscal do hotel mostra outra diária de Costa no dia 8 de dezembro. Em anotações, a empresa acrescentou que hóspede era o “futuro secretário da Fazenda do Paraná”. Mauro deixou a secretaria municipal no início de dezembro de 2014, sendo substituído por Paulo Souto.

Segundo o G1, a Alumpar é sediada em Londrina e está registrada como sócia de outras duas empresas: a KLM Brasil Indústria Eletrônica Ltda e a GV Alumínios. A primeira foi aberta por Antoun, parente do governador Beto Richa, e hoje está no nome de seus filhos. O empresário seria apontado como operador político de um esquema de corrupção na Receita Estadual do Paraná em Londrina, além de ser acusado por fraude em uma licitação para conserto de carros oficiais do governo.

Em nota ao Gazeta do Povo, o secretário disse que imaginava que o governo havia pago sua hospedagem no início de dezembro. Quanto à segunda vez, Costa alega que só soube que não precisaria pagar a hospedagem ao fechar a conta no hotel. Ele diz que “imediatamente entrou em contato com Luiz Abi, informou que não aceitaria que ninguém pagasse a conta e pediu que o empresário solicitasse ao hotel a emissão de um boleto” para que ele, Mauro Costa, pudesse fazer o pagamento. Ele diz que a empresa ligada ao empresário fez apenas a confirmação da reserva e que ele mesmo pagou, no total, R$ 2.335,20.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar