Cotidiano

Embaixada da China faz alerta sobre doença “mais letal que a Covid-19”

A embaixada da China no Cazaquistão alertou à população sobre um surto de pneumonia que seria “mais letal que a Covid-19”. Na quinta-feira (9), o órgão afirmou, em um comunicado, que houve um “aumento significativo” de casos.

Desde meados de junho, as cidades de Atyrau, Aktobe e Shymkent são as que mais sofrem com o aumento de pacientes. De acordo com a embaixada, no Cazaquistão, a pneumonia matou 1.772 pessoas na primeira metade do ano, com 628 mortes somente em junho, incluindo cidadãos chineses.

Ainda não foi comprovado se a pneumonia é causada por um vírus relacionado ao novo coronavírus, mas um “estudo comparativo” está sendo realizado pelo Ministério da Saúde do Cazaquistão e outras instituções de saúde.

De acordo com um relatório divulgado na terça-feira pela Kazinform, agência de notícias estatal do Cazaquistão, o número de casos de pneumonia “aumentou 2,2 vezes em junho, em comparação com o mesmo período de 2019”.

“A taxa de mortalidade da doença é muito maior do que a da pneumonia causada pelo novo coronavírus”, afirmou a embaixada.

O Cazaquistão registrou mais de 50.000 casos confirmados da Covid-19, incluindo 264 mortes. O número de novos casos aumentou para um recorde diário de 1.962 na quinta-feira, informou a Kazinform.

Varelanoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar