Cidades

Em relato, FHC diz quer sido alertado sobre ‘escândalo’ na Petrobras enquanto presidente

SAO PAULO/SP 05/09/2006 - 16:00 H - FHC / ENTREVISTA - VARIEDADES JT - Entrevista com ex Presidente da Republica, Fernando Henrique Cardoso em seu escritorio no Instituto.O ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, revelou que, em 16 de outubro de 1996, foi alertado de um “escândalo” na Petrobras. Segundo o jornal O Globo, a revelação foi feita por FHC em “Diários da Presidência – volume 1″ e o assunto foi tratado num almoço entre FH e o dono da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Benjamin Steinbruch.

Leia mais

Três mulheres são atropeladas, revoltados ateiam fogo no veiculo em Presidente Tancredo Neves

Jiquiriçá sai da lista dos 100 piores municípios para se viver, Santa Inês e outros 41 da Bahia, ainda estão

Cravolândia: Prefeito corta o próprio salário e reduz secretarias para garantir o 13º

O executivo havia sido nomeado por Fernando Henrique para o conselho da estatal. “Eu queria ouvi-lo sobre a Petrobras. Ele me disse que a Petrobras é um escândalo. Quem manobra tudo e manda mesmo é o Orlando Galvão Filho, embora Joel Rennó tenha autoridade sobre Orlando Galvão”, diz FH no livro, que será lançado no dia 29. FHC cita que o mais grave na estatal era “que todos os diretores da Petrobras são os mesmos do conselho de administração”, sugerindo um uma má prática de governança e um jogo de cartas marcadas nas decisões da empresa. “São sete diretores e sete membros do conselho.

Uma coisa completamente descabida”, segue o relato do ex-presidente sobre a conversa com Steinbruch. Em outra passagem no livro, Fernando Henrique diz que o desejo dele era nomear o economista Andrea Calabi para o cargo de diretor financeiro da Petrobras, porque ele “tinha que ter alguém lá”. Mas Calabi não aceitou o convite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo