Cidades

Em mensagem, Odebrecht acusou Dilma de mentir sobre obra em Cuba durante debate

MARCELO ODEBRECHTO empreiteiro Marcelo Odebrecht teria notado, no ano passado, uma mentira contada pela presidente Dilma Rousseff (PT) durante debate eleitoral. Segundo o Globo, o empresário acompanhava a discussão da petista com o presidenciável Aécio Neves (PSDB) quando notou uma informação errada sobre a construção do Porto de Mariel, em Cuba. Durante o debate na TV, o tucano criticava o empréstimo para a obra, concedido pelo BNDES. Dilma defendeu, então, que a própria Odebrecht teria dado as garantias para a construção ao invés do governo cubano.

De acordo com O Globo, mensagens interceptadas pela Polícia Federal no telefone do empresário mostram que ele acompanhava a discussão e que não gostou da fala. “Ela (Dilma) disse que as garantias são da empresa, e não do governo de Cuba.

Ela está mentindo”, reclamou ele em mensagem para um executivo do grupo, Benedicto Barbosa da Silva Junior. O financiamento do porto cubano foi alvo de polêmica durante a campanha de 2014. A obra custou US$ 957 milhões, dos quais US$ 682 milhões foram financiados pelo BNDES. O empréstimo é investigado em dois inquéritos do Ministério Público.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar