Bahia

Em jogo movimentado, Flamengo de Guanambi leva o título do Baiano da Segunda Divisão

FLAMENGO DE GUANANBI - CAMPEAOMesmo jogando fora de casa, o Flamengo de Guanambi não tomou conhecimento do Fluminense de Feira e se tornou campeão do Baianão da Segunda Divisão 2015. Vencendo a partida por 1 a 0, o Beija-Flor do Sertão reverteu a vantagem do time feirense e conseguiu o seu primeiro título no futebol profissional, enquanto o tricolor chegou ao seu segundo vice-campeonato na competição estadual.
O Fluminense iniciou o confronto em busca do resultado, mesmo carregando a vantagem do empate para levar o caneco. Sendo assim, o goleiro Márcio Greyck já foi acionado logo nos primeiros minutos, com o Touro do Sertão pressionando completamente o time visitante. Aos 8, Marcelo Pano teve uma boa oportunidade para os anfitriões e quase abriu o marcador após dar um belo chapéu no adversário e se embaralhar na conclusão. Logo depois, aos 9, foi a vez do Flamengo colocar a bola no travessão e assustar os presentes no Estádio do Joia da Princesa.
Apesar do domínio dos tricolores, o Flamengo também demonstrava poder ofensivo contra o seu adversário. E com isso, aos 30, Rafael Granja abriu o marcador para o Beija-Flor do Sertão com um belo chute de falta que venceu o goleiro Leo. Após a vantagem rubro-negra, o jogo passou se tornar mais tenso e com muitas faltas dos dois lados, com o Fluminense sentindo o resultado e não conseguindo furar a defesa adversária, que agora se valia da vantagem para tentar ampliar nos contra-ataques.
No segundo tempo, os visitantes iniciaram a etapa em busca de sepultar o título da equipe de Guanambi. Com isso, a equipe do Flamengo pressionou os adversários nos primeiros minutos de jogo, com os comandados de Paulo Sales se valendo dos lances de contra-ataque. Nos lances ofensivos do clube feirense, o goleiro Márcio Greyck brilhou novamente no Joia da Princesa. Além do arqueiro rubro-negro, o lateral Rogério Rios também foi fundamental em segurar o placar aos 10 minutos, quando tirou a bola em cima da linha de sua meta.
Em busca do resultado, o Fluminense de Feira ainda teve o seu jogo prejudicado por uma parte da torcida organizada do próprio clube, que passou a jogar bombas nas arquibancadas e fez o árbitro paralisar o confronto. Com a expulsão de Lismar no time visitante, os donos da casa voltaram a pressionar e seguir em busca do gol do título. Mesmo assim, Rafael Granja levou mais perigo ao goleiro Leo e fez o arqueiro se esforçar para impedir o segundo gol do Beija-Flor. Após os 25 minutos, o Fluminense não poupava esforços na busca pelo empate, mas seguia parando nas mãos da defesa rubro-negra.
Sem ataques muito efetivos, o Flu não conseguiu mudar o resultado e, ao final da partida, assistiu o Flamengo de Guanambi levantar o seu primeiro caneco no futebol profissional.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo