Esportes

Em jogo com muitas chances perdidas, Bahia e Sampaio Corrêa empatam sem gols

SAMPAIO CORREA X BAHIA - 2015Em um jogo com muita movimentação e boas oportunidades para os dois lados, Sampaio Corrêa e Bahia tiveram dificuldades nas finalizações e acabaram empatando em 0 a 0 na partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2015. Com o resultado, as duas equipes chegaram aos 15 pontos e se mantiveram nas respectivas quarta e quinta posição pelo certame nacional.
Desde os primeiros minutos, o Bahia dominava os espaços do campo adversário e logo aos 3 minutos Max Biancucchi quase abriu o marcado quando recebeu pelo alto e chutou na rede pelo lado de fora. Acuado, o Sampaio marcava no homem-a-homem, mas não conseguia superar os visitantes, que valorizavam em lançamentos e inversões de bola.
Aos 6 minutos, outra boa chance do Tricolor da Boa Terra aconteceu com Léo Gamalho, que chutou fraco para a defesa do goleiro maranhense. Valorizando as laterais, o Sampaio Corrêa levou perigo um minuto após, com Raí chutando de longe e fazendo a bola passar rente ao travessão.
Com um jogo bastante aberto, as duas equipes valorizavam os espaços do Castelão e traziam agilidade ao confronto. E em um desses lances de velocidade, quase que a Bolívia Querida conseguiu abrir o placar. Aos 14, Jheimy passou para Pimentinha que driblou o zagueiro e bateu colocado para boa defesa de Douglas Pires.
Gostando mais da partida, os donos da casa prenderam o Bahia na sua própria defesa e conseguiam criar boas oportunidades para chegar ao primeiro gol. Entretanto, com uma boa marcação, o Bahia conseguia conter as investidas do tricolor maranhense ao gol do Esquadrão de Aço. Mesmo assim, aos 19, Raí cobrou falta colocada e acertou na trave do time visitante.
No decorrer da primeira etapa, o Sampaio Corrêa conseguiu conter totalmente o Bahia em seu campo de defesa, dominando completamente as ações do jogo. Já a equipe de Sérgio Guedes passou a valorizar os lances de bola parada, mas sem conseguir furar a defesa boliviana.
Nos últimos minutos do primeiro tempo, os donos da casa intensificaram a pressão e conseguiram uma sequência impiedosa de quatro lances com Raí, Pimentinha e Válber, que forçaram a defesa tricolor a efetuar boas interceptações do clube maranhense.
No segundo tempo, o Bahia voltou a pressionar o seu adversário e conseguiu levar perigo já nos primeiros cinco minutos com o trio formado por Max, Gamalho e Kieza. Melhor em campo, o time soteropolitano dá trabalho ao goleiro Rodrigo, que defende uma bela investida de Kieza aos 15. Também procurando o gol, o Sampaio segue com boa movimentação e tem em Pimentinha os melhores lances para vencer a defesa dos visitantes.
Aos 19, Souza arriscou de longe e fez a pelota passar muito perto da meta do Tubarão. Já aos 22 foi a vez de Tony bater cruzado para boa defesa de Rodrigo. Aos 24, o arqueiro do Sampaio deu susto na sua torcida ao fazer um drible estranho a frente de Léo Gamalho, que quase roubou a bola do porteiro maranhense.
Atrás do primeiro gol, a equipe comandada por Sérgio Soares teve mais uma boa chance com Max, que aos 28 chutou cruzado e viu a pelota assustando os defensores rivais. Entretanto, aos 29, foi a vez de Cleitinho avançar pelo meio e chutar perto das redes de Douglas Pires.
Com o grande número de passes errados, as equipes acabaram sentindo o campo pesado nos minutos finais do confronto e diminuíram o ritmo da partida, chegando a tocar passes para administrar o indigesto resultado conseguido no Estádio Castelão. Aos 47, o garoto João Leonardo teve a chance do jogo em chute colocado de fora da área, que acabou passando por cima do gol da Bolívia Querida.
Agora, o Bahia volta a jogar em Salvador, onde enfrenta o Luverdense na Arena Fonte Nova. Já o Sampaio Corrêa viaja até Recife, onde enfrenta o time do Santa Cruz no Arruda.
FICHA TÉCNICA 
Série B – 8ª rodada
Sampaio Corrêa x Bahia
Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)
Data : 19/06/2015
Horário : 19h30
Cartão Amarelo: Edvânio
Árbitro : Emerson Luiz Sobral (PE)
Auxiliares: Elan Vieira de Souza e Ricardo Bezerra Chianca
Sampaio Corrêa: Rodrigo Viana; Daniel Damião, Mimica, Edvânio e Willian Simões; Dê, Arlindo Maracanã, Válber (Cleitinho) e Raí (Waldir); Pimentinha e Jheimy. Técnico : Léo Condé
Bahia: Douglas; Tony, Robson, Jailton e Marlon; Wilson Pittoni, Tiago Real e Souza; Maxi Biancucchi, Kieza (Willians Santana) e Léo Gamalho (João Leonardo). Técnico : Sérgio Soares

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo