MutuípeSaúde

Em entrevista a Rádio Interativa, secretário diz que encontrou caos na saúde

Em entrevista ao programa Cara a Cara com o Povo pela Rádio Interativa FM desta semana, o secretário de Saúde de Mutuípe, André Eloy ,falou sobre o caos deixado pela ex-gestão do município. Segundo o secretário, o município estava perto de perder os repasses dos postos de saúde da família, por falta de atualização do sistema desde outubro.

Ele disse não se saber se isto aconteceu por perversidade ou negligencia e que o município só não perdeu os recursos por que o Prefeito Rodrigo Maicon Santana Andrade (Digão) contratou cinco médicos para as unidades da família.

Segundo ele foi um determinação do Prefeito Digão (PMDB) e na primeira semana a gestão de Digão colocou médicos nos postos de saúde da família, ”… no bairro Santo Antônio, por exemplo, não tinha médico cadastrado no sistema a mais de um ano. Nas duas barras do Fojo já tem médico atendendo três dias por semana” disse Eloy,  antes na ex-gestão segundo ele, o médico atendia uma vez por mês.

 

O secretário ainda informou que o município perdeu o recurso de uma unidade de saúde bucal, por não ter médico dentista na unidade. O SAMU – Serviço de atendimento móvel de urgência, por sua vez, estava sem coordenador e sem enviar a produção há mais de noventa dias e o município estava na eminencia de perder o recurso do SAMU por falta de alimentação do sistema.

 

O secretário disse ainda que a atenção básica que antes era anunciada pela ex-gestão como tendo 100% de cobertura, tem sérias deficiências, existe problemas na assistência dos agentes comunitários de saúde que não são bem distribuídos.

Ascom/PM – Mutuípe

 

Eloy também revelou que embora tenha encontrado um verdadeiro caos na secretaria de saúde, o objetivo é trabalhar para oferecer a população, a melhor gestão em saúde do município e que muita coisa ainda será feita nos próximos meses de gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo