Esportes

Em crise financeira, Internacional demite mais 45 funcionários

Em meio a uma crise financeira, o Internacional anunciou nesta sexta-feira (20) as demissões de 45 funcionários de diferentes setores. O clube informou que passa por um novo corte de gastos e também rever contratos e fornecedores.

“São decisões que tomamos hoje para construir um amanhã sólido, sustentável e vencedor para o clube. Porque se o presente é difícil, o futuro pode ser pior se não fizermos o que precisa ser feito agora. Lembrando, sempre, que administramos em nome da torcida e é por ela, e para ela, que devemos gerir o Inter com responsabilidade, honestidade, amor e compromisso com o futuro do clube”, diz a nota assina pelo CEO do Colorado, Giovane Zanardo.

Por causa dos impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus, o Inter havia promovido a saída de 44 profissionais em maio do ano passado. Neste ano, houve novo corte de gastos e outros 60 funcionários foram demitidos. O clube fechou o balanço de 2020 com o maior déficit da história, cerca de R$ 90 milhões. 

A política de corte de gastos do clube também impactou no time. A folha salarial do futebol foi reduzida em R$ 3 milhões. De acordo com as projeções, a diretoria espera arrecadar R$ 90 milhões em negociações até o final da atual temporada. Por enquanto, o Colorado conseguiu R$ 73 milhões. O planejamento orçamentário de 2021 aprovado pelo Conselho Deliberativo prevê um superávit em torno de R$ 194 mil.

Leia, a íntegra, a nota do Inter:

“Desde o início, a atual gestão colorada tem demonstrado, de forma transparente, sua preocupação com a realidade financeira do clube e com a necessidade de buscar maior eficiência administrativa e operacional.

Mas não basta reconhecer o problema, é preciso construir as soluções. Passo a passo, estamos realizando uma reestruturação administrativa, revisando processos, reavaliando fontes de receitas e fazendo os ajustes financeiros necessários para atender as necessidades da nossa estrutura, em todos os setores.

Nesta direção, o Sport Club Internacional comunica a implementação e acompanhamento, a partir de hoje, de uma nova série de medidas administrativas, tais como:

Revisão de todos os contratos com fornecedores estratégicos;

Desligamento de cerca de 45 colaboradores, de todas as áreas;

Reavaliação de rotinas, processos e sistemas;

Redução de gastos correntes não essenciais.

São decisões que tomamos hoje para construir um amanhã sólido, sustentável e vencedor para o clube. Porque se o presente é difícil, o futuro pode ser pior se não fizermos o que precisa ser feito agora.

Lembrando, sempre, que administramos em nome da torcida e é por ela, e para ela, que devemos gerir o Inter com responsabilidade, honestidade, amor e compromisso com o futuro do clube.

Giovane Zanardo

CEO do Sport Club Internacional”

Bahia.ba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo