Bahia

Eleições 2012: 877 políticos estão com candidaturas ameaçadas na Bahia

A cinco dias para o pleito eleitoral,  877 candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador na Bahia poderão vencer nas urnas e não assumir o cargo em janeiro. São candidatos que tiveram suas candidaturas indeferidas, mas recorreram da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ainda aguardam uma decisão definitiva da Justiça Eleitoral. Em todo o estado, os candidatos nesta situação representam 2,4% do total de 36.183 candidatos que registraram candidaturas para estas eleições. Do total, 54 são postulantes ao cargo executivo. Quatro  cidades têm dois  candidatos nesta situação, são elas  Vera Cruz, Sítio do Mato, Ibicaraí, e Barro Preto. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) baiano, a cidade de Camamu é a única entre as baianas que vive a situação de ter três dos cinco candidatos a prefeito com futuro incerto. Ioná Nascimento (PT), Idalina (DEM) e Américo (PSD) estão com candidatura indeferida e aguardam decisão final. Outras cidades com prefeituráveis com futuro indefinido são Mata de São João, Amargosa, Cruz das Almas e Vera Cruz. A meta do TSE é julgar todos os recursos até a diplomação dos candidatos eleitos, o que deverá acontecer até 17 de dezembro deste ano. Contudo, não está descartado que alguns candidatos  tenham a situação definida somente depois da posse. Segundo levantamento do A Tarde, o PDT é o partido com mais candidatos a prefeito com registros indeferidos que aguardam o julgamento do TSE. Ao todo são nove municípios: Amargosa, Barro preto, Mata de São João, Piripá, Pojuca, Riachão das Neves, Sítio do Mato, Una e Wanderley. Na sequência estão PSD,  PT, PP e PMDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo