BrasilGeral

Elba Ramalho afirma que vai processar quem deu ‘festança’ em sua casa alugada em Trancoso

De um dia para o outro, Elba Ramalho se viu no meio de uma grande polêmica. A Polícia Militar da Bahia encerrou uma festa com cerca de 700 pessoas, em sua casa, em Trancoso, no litoral sul do estado, na noite desta terça-feira (29).

Após repercussão na mídia, a cantora publicou um vídeo em seu perfil oficial do Instagram, garantindo que não tinha conhecimento, não tinha promovido e nem estava presente na festa. No entanto, alguns registros que circulam na web, mostram a artista junto com alguns convidados no evento.

Ainda assim, Elba assegura que no momento da festa estava na igreja. Diante de toda polêmica, a cantora decidiu levar o caso à Justiça. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ela reafirmou que sua casa está alugada de 25 de dezembro até 4 de janeiro, e enquanto isso, ela está hospedada em um hotel na cidade.  “As coisas estão super delicadas porque realmente me tomaram de bode expiatório desta história.” ​

A cantora ainda lembrou que cancelou os shows da temporada e alugou o imóvel justamente pela falta de renda.  “Aluguei a casa muito por necessidade, preciso pagar contas também. Minha profissão não retomou.” “Não é possível que a coisa caia em cima de mim. Quando soube, a polícia já estava lá”, diz a cantora.

“Estou exigindo agora que as pessoas que estão lá na casa façam vídeo e assumam a responsabilidade. Vou processar por danos morais porque estou sendo, vamos dizer assim, entrei no olho do furacão por conta deles. Estive na casa dois dias, fui levar máscara pros funcionários, cheguei a falar com um deles, por favor, ‘vocês não podem fazer eventos'”, diz Elba.

Depois, afirmou que não decidiu se o enquadramento judicial será esse. “Não quero tirar dinheiro de ninguém que não vai me acrescentar.” Mas exigirá o patrimônio de volta por quebra de contrato.

A artista enviou uma gravação à reportagem com ela rezando na igrejinha local. “Este vídeo que lhe mandei foi feito graças a Deus por um fã que estava na igreja, que tinha somente 15 pessoas, no máximo. Ele próprio postou, fez até uma expressão bacana, que o mal não venceria, que ele é testemunha que eu estava na igreja.”

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo