Cotidiano

Eike divide cela com mais 6 e teve arroz e feijão na 1ª noite na prisão

Em sua primeira noite no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, o empresário Eike Batista aceitou as refeições do presídio, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária. O cardápio teve arroz ou macarrão, feijão, carne, refresco e sobremesa no jantar.

Para o café da manhã, Eike pode comer pão com manteiga e café. No lanche, o cardápio tinha suco e bolo. O empresário está no presídio Bandeira Stampa, conhecido como Bangu 9, dividindo espaço com outros seis presos da operação Lava Jato que não têm curso superior.

A cela tem 15 metros quadrados e quatro beliches. Não tem vaso sanitário, apenas um buraco no chão. Para tomar banho, sai água fria de um cano. Os presos têm direito a um ventilador e a uma televisão pequena, fornecidos pela família.

O presídio tem 541 vagas e 422 detentos. Além dos presos da Lava Jato, também estão em Bangu nove criminosos que não pertencem a facções criminosas, presos que trabalham na unidade, milicianos e contraventores, como Haylton Scafura.

G1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo