Cotidiano

Eduardo Leite acusa João Doria de fraude em prévias do PSDB

Apoiadores do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, acusam João Doria, governador de São Paulo, de fraude nas prévias do PSDB, que vai escolher o candidato do partido à Presidência da República e está marcada para 21 de novembro, com votação presencial em Brasília.  O grupo de Leite aponta adulteração na data de filiação de 51 prefeitos e 49 vice-prefeitos paulistas.

“Eu quero agradecer a presença do nosso presidente do Senado e, como a gente não tem papas 

Ação assinada por diretórios do Rio Grande do Sul, da Bahia, de Minas Gerais e de Pernambuco contra São Paulo, onde o diretório é comandado pelo governador João Doria, será apresentada ao partido e remetida ao Ministério Público e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A informação é de Caio Junqueira, analista político da CNN Brasil. Já alguns deputados federais do PSDB, que apoiam Leite, prometem fazer “denúncias sérias” envolvendo suposta fraude nas prévias do partido em SP.

Segundo o TSE, o PSDB tem 1.355.766 filiados, mas esses dados estão desatualizados. Pelo formato do colégio eleitoral das prévias, a votação será indireta e com pesos diferentes entre filiados, mandatários e dirigentes. Os 565 prefeitos e 445 vices formam 25% do eleitorado, os 4.297 vereadores e 272 deputados estaduais outros 25%. Governadores (3), vices (5), senadores (7), deputados federais (32) e o presidente nacional do partido, Bruno Araújo representam o terceiro bloco, e os filiados em geral o quatro bloco. Vence o candidato que alcançar maioria absoluta dos votos válidos.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo