Entretenimento

Eduardo Costa diz que se arrependeu de votar em Bolsonaro: ‘Hoje não apoio ninguém’

O cantor Eduardo Costa, de 41 anos, disse que se arrependeu de ter votado e feito campanha para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2018. Em entrevista à Jovem Pan, o artista afirmou que só percebeu que havia cometido um erro quando já era tarde, porque não existe a possibilidade de tirar o mandatário do cargo.

“Hoje eu não apoio ninguém, só quero ver meu país melhor. Naquela época eu saí da casinha porque estava revoltado com a situação do país. Coloquei para fod** nas minhas redes, comecei, inclusive, a falar de política de uma forma agressiva. Percebi que conseguimos eleger um político usando nossa influência como artista, mas não conseguimos tirá-lo de lá”, disse.

“Precisamos buscar o melhor para o Brasil porque nosso povo paga um preço muito caro por votar mal. Isso não significa que eu voto bem. Votamos, colocamos o cara lá e só depois vemos a merd* que fizemos”, continuou.

Eduardo Costa ainda afirmou que precisou estudar sobre a política e agora desenvolveu uma simpatia pela esquerda que, segundo ele, é mais ‘corajosa’, apesar de ainda ver qualidades na direita.

“É muito triste ver que eu tentei transformar a minha opinião em realidade, a discordância política é maravilhosa. Através desta minha reflexão, comecei a gostar de algumas coisas da esquerda. Por exemplo, o pessoal da esquerda é mais corajoso, tem mais peito, é um pessoal que chega e faz. O povo da direita também tem suas qualidades”, completou.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo