GeralSlide

Eduardo Campos critica política de segurança do governo Dilma

EDUARDO CAMPO - SOLENIDADEO governador de Pernambuco e pré-candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), aproveitou a entrega de 128 veículos à Polícia Militar, nesta segunda-feira (22), para criticar a política de segurança pública do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). O líder pernambucano chegou a sugerir a criação de uma espécie de Sistema Único de Segurança Pública, igual ao da Saúde (SUS). Durante seu discurso para os policiais, Campos condenou o que chamou de “excesso de burocracia” do governo federal que, segundo ele, atrapalha a execução de ações de segurança por parte dos estados e municípios. “A Federação está desafiada a organizar, sim, um sistema nacional de segurança pública. Esse é um desafio de todos nós, governadores, prefeitos, e é também um desafio do governo federal para estruturar (o setor) de forma melhor, como a saúde já conseguiu um Sistema Único de Saúde, como a educação consolidou uma política na sua Lei de Diretrizes Básicas”, criticou. Na cerimônia no Centro de Convenções de Olinda, onde funciona a sede provisória do governo, já que o Palácio do Campo das Princesas encontra-se em reforma, o governador entregou as viaturas para reforçar a segurança de 42 núcleos da região metropolitana, na zona da mata, no agreste e no sertão. Os veículos, no entanto, são resultantes de parceria entre o governo do Estado e federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança, órgão ligado ao Ministério da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo