Geral

‘É impossível zerar o narcotráfico’, admite secretário de Segurança Pública da Bahia

IMAGEM_NOTICIA_5O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, apresenta, em entrevista ao Bahia Notícias, um breve balanço sobre a redução da criminalidade na Bahia – segundo ele, nos três primeiros meses de 2013, os índices de homicídios no estado caíram 20% –, enumera aquisições e contratações feitas pelo governo para melhorar a infraestrutura da área e admite que as pretensões da SSP são realistas quando o assunto é combate ao tráfico de drogas. “O que a gente quer, na verdade, não é zerar o narcotráfico. Isso é impossível. Desde que há uma oferta há também a procura, há o mercado”, avalia. Barbosa explica a dinâmica de migração dos criminosos quando acuados pela ação policial nas bases comunitárias de segurança, se posiciona sobre a polêmica em torno da redução da maioridade penal e reclama da falta de apoio dos bancos no enfrentamento às explosões de caixas eletrônicos. “Eles jogam a responsabilidade para a Segurança Pública somente, e a responsabilidade tinha que ser conjunta”, declara, ao ressaltar a importância da adoção, pelas instituições financeiras, de mecanismos de inutilização das cédulas. Na conversa com o BN, o secretário comentou o caso das “dicas de como agir durante um assalto” divulgadas no site da SSP – que ganhou repercussão nacional –, fala sobre as negociações salariais com as polícias Civil e Militar e rebate as críticas feitas pelo vereador Suíca (PT) às ações da pasta no âmbito estadual. “Eu até convido o vereador a conhecer o Plano de Segurança Pública do governo, o governo dele, que eu acredito que ele não conheça”, propõe. (BN)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo