Cotidiano

“É amor pela calça apertada”, diz Doria após Bolsonaro chamá-lo de “patife”

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), rebateu crítica feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na manhã deste sábado (10.abr.2021). Bolsonaro havia chamado Doria de “patife”. O governador pediu “calma” ao presidente em uma publicação feita em seu perfil de Twitter.

É muito amor pela minha calça apertada”, ironizou Doria. A expressão “calça apertada” faz referência a apelido atribuído por Bolsonaro ao governador tucano. Em dezembro de 2020, o presidente chamou Doria de “calcinha apertada“. Doria já havia usado o termo “calça apertada” para responder usuários da rede social em março de 2021.

Uma usuária escreveu ao governador em 29 de março: “Vacina eu, porque se depender do calça frouxa, morremos todos”. O termo “calça frouxa” foi uma crítica a Bolsonaro. Doria respondeu: “Giovana, vou te vacinar de calça apertada”.

Neste sábado (10.abr), depois de ter sido criticado por Bolsonaro, o governador escreveu em seu perfil que “a 1ª dose da vacina antirrábica não foi suficiente”. Trata-se da vacina aplicada para prevenir a raiva. Também publicou um meme em que mostra o rosto de Bolsonaro em um corpo que persegue um esqueleto humano estilizado como Doria, que diz: “Sai maluco todo dia isso”

Bolsonaro criticou as medidas de contenção à pandemia decretadas por Doria. “Parece que esses caras querem, como esse patife de São Paulo quer, é quebrar o Estado, quebrar o Brasil”, afirmou o presidente. Segundo ele, o objetivo disso seria depois apontar um responsável.

É coisa de patife. Que é esse cara que está em São Paulo que usou meu nome para se eleger”, completou Bolsonaro. O governador de São Paulo usou o termo “BolsoDoria” durante a campanha eleitoral de 2018.

Assista à fala de Bolsonaro (59s):

Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo