Cidades

Durante mandatos como governador, Aécio cedeu aviões oficiais para celebridades

AECIO - DEBOCHADONo período em que Aécio Neves foi governador de Minas Gerais, o atual senador concedia as aeronaves do Estado para uso de celebridades, empresários e outras pessoas de fora da administração pública.

Segundo dados levantados pela Folha de S. Paulo junto ao Gabinete Militar de Minas Gerais, dos 1.423 voos solicitados pelo tucano entre janeiro de 2003 e março de 2010, 198 não tinham a presença dele e nem de agentes públicos autorizados para fazer as viagens, como o vice-governador, secretários de Estado ou o presidente da Assembleia Legislativa.

Leia mais

Lula diz que não tem medo de ser preso e que não sabia de corrupção na Petrobras

Especialista afirma que vontade compulsiva de comer ‘porcarias’ é falta de sexo

Papa “está determinado” em avançar com reformas na Igreja

Ainda de acordo com a Folha de S. Paulo, a legislação de 2005 que regula o uso dos aviões oficiais impede esse tipo de deslocamento. No entanto, a assessoria de Aécio argumenta que os voos foram regulares e atenderam a interesses do Estado.

Em 2004, por exemplo, o apresentador da TV Globo, Luciano Huck, e os cantores Sandy e Júnior foram passageiros de voos solicitados pelo tucano. A lista ainda contra com viagens do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira – sendo três de jato e outras três de avião. Em março de 2010, o então presidente do grupo Abril, Roberto Civita, também foi beneficiado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo