LajePolíciaPolítica

Dr. Edilson se afasta da 4ª coorpin para concorrer a prefeitura de Laje

Dispondo o seu nome para o pleito eleitoral no município de Laje, o Coordenador da 4ª Coorpin de Santo Antonio de Jesus, delegado Dr. Edílson Magalhães anunciou nesta segunda-feira (01), que inicia seus 04 meses de licença antes das eleições e divulgou o seu novo substituto.

Dr. Edílson coordenou a 4ª Coorpin de 2007 a 2011, e voltou em 2016, segundo ele, a Polícia Civil está bem elaborada, com uma transição responsável no intuito de manter e melhorar o que foi feito até o momento.

Já acordado com o Delegado Geral e o Diretor do Depin (Departamento de Polícia do Interior), o substituto será o Dr. Adilson Bezerra, que foi delegado titular de Amargosa, e de acordo com Magalhães, ele está muito bem preparado e mesmo afastado continuará auxiliando a Polícia Civil no que lhe for possível, “ele observou nosso trabalho, pegou bem a nossa gestão e responderá a 4ª Coorpin na minha ausência, que ficarei de licença antes da eleição conforme a lei. Mesmo afastado, estarei observando e sempre apoiando no que for necessário, com aconselhamentos, com orientações, apesar de estar em outro município por um novo objetivo, não deixarei de estar com os olhos voltados para a segurança pública daqui da região”, garantiu.

Dr. Edílson salientou os resultados positivos alcançados com sua equipe e coordenadorias, em todas as 27 cidades que são resguardadas pela Coorpin, “quando chegamos aqui em 2016 encontramos 256 homicídios, no ano seguinte reduzimos para 200, em 2018 passamos para 162 e no ano atual estamos com 64 homicídios. Se esse valor dobrar ainda estaremos em redução em relação ao ano passado, a tendência é que haja uma redução ainda durante 2020”, expôs.

Apesar da greve da Policia Civil e com os afastamentos devido a pandemia da Covid-19, houve um pico no inicio do ano, entretanto, Magalhães assegurou que a Coorpin tem conseguido realizar operações pontuais e cirúrgicas onde a população tem visto uma redução abrupta e surtindo um resultado muito positivo.

Diante do seu afastamento, o entrevistado comentou sobre o desejo que não conseguiu realizar até o momento em Santo Antônio de Jesus e agradeceu ao apoio recebido dos órgãos de segurança pública e justiça da região pelos resultados obtidos até o momento.

“Não conseguimos fazer uma grande reforma, trazer um DISEP (Distrito Integrado de Segurança Pública) para a região, onde funcionaria a Polícia Militar, Civil e DPT (Departamento de Polícia Técnica). Mas acredito que tendo exito ao cargo político vou poder ajudar muito mais a polícia. Agradeço a todos que trabalharam conosco na área criminal, juízes, defensores públicos, OAB (Ordem dos Advogados), PM (Polícia Militar), dentre outros, um excelente trabalho, tiveram um papel importante para essa redução do índice de quase 100 homicídios e agradeço a todos os comandantes que passaram por aqui, que deram muito apoio a nossas operações e foram de suma importância na redução da criminalidade”, concluiu. Voz da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar