Esportes

Dome diz que se sente mais confortável com elenco e pede tempo aos técnicos no Brasil: ‘Principalmente aos estrangeiros’

Após a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético Junior Barranquilla, no Maracanã, na última rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores, o técnico do Flamengo, Domènec Torrent, destacou a boa fase vivida pelo time.

Nos últimos 10 jogos, o Flamengo venceu oito e empatou dois. A última derrota foi justamente o 5 a 0 sofrido diante do Del Valle no Equador.

“Acho que depois de 3 meses, todos estamos muito melhores, compreendemos melhor o Brasileirão, as dificuldades de jogar a cada 2, 3 dias aqui. Agora mesmo estamos mais confortáveis com elenco e o elenco mais confortávei conosco, compreendem o que queremos fazer no campo, porque não é fácil mudar as coisas quando se ganha quase tudo”, analisou o espanhol.

Dome também ressaltou que os técnicos precisam de tempo para trabalhar no Brasil.

“Falei que todos os treinadores precisam de tempo, principalmente os estrangeiros. Quando falo que só treinamos 11, 12 dias juntos, isso mostra as dificuldades que temos pra treinar. O time está evoluindo, melhorando, acho que estão felizes no campo”, completou.

Um dos jogadores mais elogiados pelo técnico foi Lincoln, que marcou um dos gols na vitória desta quarta-feira.

“Quando cheguei aqui tinha jogadores que estavam trabalhando à parte. O Lincoln era um deles, eu falei com ele, que tinha que trabalhar mais porque ele tinha qualidade. Como técnico, você tem que dar confiança. Ele não joga por jogar, acho que o Flamengo tem um elenco na base fantástico, jogadores que podem jogar e pra mim o Lincoln é um deles. Eu falei muito com ele, convenci ele que tinha que melhorar em muitas coisas, pra mim é importante o atacante trabalhar quando não tem a bola, ele me mostrou que podia jogar e por isso joga. Não é merito do técncio, é mérito do jogador”.

Espn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar