Cidades

Dois anos após polêmica, ex-prefeita de Amargosa é exonerada da Secti

A ex-prefeita de Amargosa, Karina Silva, foi exonerada do cargo de diretora da Superintendência de Desenvolvimento Científico, ligada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

A exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (28), junto com outras mudanças promovidas pela secretária Adélia Pinheiro.

A nomeação da ex-prefeita, publicada em março de 2017, provocou um rebuliço dentro do Partido dos Trabalhadores da cidade do Recôncavo baiano. Por meio de nota, a sigla “repudiou” o ato e disse que a pasta do governo “está sendo utilizada como cabide de emprego para derrotados políticos” da eleição municipal.

Na época, a pasta comandada pelo socialista Vivaldo Mendonça. No dia seguinte, Lídice da Mata, do PSB, mesmo partido da ex-prefeita e do ex-titular da secretaria, minimizou a polêmica e falou que não via sentido nas cíticas.

“Todos têm nível superior, todos têm qualificação para ocupar os cargos que estão exercendo. Quanto a Karina, esse também é um debate que não tem sentido existir. Karina foi tratada duramente por uma oposição do PT, desde o primeiro dia da sua posse”, afirmou.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo