BrasilGeral

Documentos apreendidos em operação revelam que PCC movimentou R$ 1,2 bilhão com drogas

Documentos apreendidos durante a Operação Sharks, em São Paulo, revelaram que o Primeiro Comando da Capital (PCC) movimentou com o tráfico internacional de drogas cerca de R$ 1,2 bilhão. 

O valor, segundo o Estadão, desconsidera as quantias movimentadas em negócios particulares dos envolvidos. As investigações feitas por meio da operação duraram de junho de 2018 até setembro de 2020. 

Dezoito pessoas que foram acusadas de fazerem parte da cúpula do tráfico internacional de drogas tiveram a prisão decretada, na sexta-feira (23), pela Justiça de São Paulo.

Os envolvidos também são acusados de lavagem de dinheiro e de promoverem através do PCC ações com organizações criminosas nas ruas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar