Política

Disputa por cartazes de candidatos vira caso de polícia

A guerra entre os propagandistas dos candidatos a prefeito de Salvador não se restringe, aparentemente, apenas à destruição de cartazes e troca de ofensas na internet. Duas pessoas que trabalham na colocação e retiradas das placas móveis do candidato Nelson Pelegrino (PT), nas ruas de Salvador prestaram queixa na 16ª Delegacia de Polícia alegando terem sido ameaçadas por dois homens armados com revólveres que supostamente estariam coibindo a sabotagem dos cartazes do candidato ACM Neto (DEM). A queixa foi prestada no mês passado e o boletim de ocorrência obtido pela reportagem do A Tarde. Nela consta que Francisco de Assis Coelho dos Santos e Antônio Carlos Santos Pereira, que estavam num caminhão e recolhiam placas de Pelegrino na Avenida Juracy Magalhães, por volta das 18h45 do dia 25 de julho, foram abordados por “dois indivíduos” com armas de fogo” que subiram na carroceria do veículo e passaram a ameaçar os contratados pela campanha eleitoral petista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo