Esportes

Diretoria do PSG anuncia saída de Buffon, e goleiro se manifesta nas redes sociais; confira

A diretoria do Paris Saint-Germain anunciou, nesta quarta-feira (5 de junho), que não vai renovar o contrato de Gianluigi Buffon. O atual compromisso termina no dia 30 de junho. O clube divulgou que a decisão foi tomada em conjunto com o jogador e demandou uma longa e serena reflexão.

 

Após fazer história na Itália, principalmente defendendo a Juventus, Buffon chegou ao Paris Saint-Germain em julho de 2018. Em uma temporada, atuou em 25 partidas, sendo nove sem sofrer gols. Pelo clube francês conquistou dois títulos, do Campeonato Francês e da Supertaça da França.

 

Em nota oficial, o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, manifestou o orgulho de ter tido um jogador como Buffon vestindo a camisa do clube. Por fim, o comunicado dis que “Gigi permanecerá para sempre entre os gigantes do futebol que vestiram com talento as cores e valores do Paris Saint-Germain. Ficaremos muito honrados em vê-lo novamente no próximo ano, ao lado de outros ex-jogadores, para celebrar o 50º aniversário do nosso clube.”

 

O jogador de 41 anos também se manifestou. Por meio de uma nota oficial, divulgada pelo site do clube, o italiano agradeceu à todos no PSG e citou Ernest Hamingway, dizendo que “existem apenas dois lugares onde as pessoas podem viver felizes: em casa e em Paris.”

Confira a nota completa:

“Obrigado a todos por tudo o que tive a oportunidade de experimentar em Paris. Obrigado pelas emoções que compartilhamos juntos. Doze meses atrás, cheguei ao Paris Saint-Germain cheio de entusiasmo, acolhido pelo incrível calor dos fãs. Foi realmente emocionante. Obrigado, mais uma vez, do fundo do meu coração. Parto feliz por ter desfrutado dessa experiência que, sem dúvida, me ajudou a crescer. Hoje minha aventura fora da Itália chega ao fim. Gostaria de agradecer ao presidente Nasser Al-Khelaifi, a todo o clube e aos meus companheiros de equipe. Desejo-lhe tudo de bom, e estou convencido de que juntos vocês vão escrever as páginas de uma história maravilhosa. Ernest Hemingway escreveu que existem apenas dois lugares no mundo onde as pessoas podem viver felizes: em casa e em Paris. De hoje em diante, isso também se aplica a mim: Paris, de alguma forma, sempre será minha casa … Allez Paris! Obrigado e boa sorte com tudo!”.

Gazeta press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo