Cotidiano

Dilma: 'objetivo do golpe é impedir Lula em 2018'

DILMA - CALMA AIA ex-presidente Dilma Rousseff deu entrevista à Radio Guaíba, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira (13).

Ela voltou a chamar o impeachment de golpe, e considerou que esse processo “continuado” ainda não terminou.

Ela avaliou que, caso ocorra, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investigado pela operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF), vai ser o “corolário do golpe”.

“Eu acredito que tem um quadro de golpe continuado. Este quadro tem como objetivo principal impedir que na eleição de 2018, o Lula participe da eleição como candidato.
Acho que há um objetivo claro de condená-lo na segunda instância para inviabilizá-lo como candidato”, ressaltou.

Dilma chamou a PEC 241 de “PEC da Maldade”, que tem, para ela o objetivo final de acabar com a política de correção do salário mínimo. Negou ter ódio do presidente Michel Temer, afirmando que não tem razões para ter “ódio de traidor”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo