Cotidiano

Dieta de Trump inclui frituras e gordura saturada; veja riscos

A Casa Branca possui cinco chefes para atender o presidente dos Estados Unidos e sua família, mas talvez eles tenham menos trabalho do que o esperado pelos próximos quatro anos. Isso porque o atual ocupante da cadeira presidencial, Donald Trump, gosta mesmo é de “junk food”. Seu jato particular é abastecido com baldes de frango frito de uma conhecida rede de fast food, ele gosta de comida congelada, bacon, nachos em pacote, hambúrgueres, batata-frita e refrigerante diet. Trump já, inclusive, declarou publicamente seu amor pelo fast food. “Os Big Macs são ótimos. O Quarterão é excelente”, falou sobre os lanches do McDonald’s, segundo a revista Veja.

O jornal britânico “The Guardian” solicitou que a nutricionista Jo Travers avaliasse a rotina alimentar do presidente, que se mostrou bastante preocupada: “É um atentado à saúde”, comentou. A rotina alimentar de Trump começa no café-da-manhã (mas por vezes ele pula essa refeição) com ovos e bacon. Ao almoço, seu prato preferido é bolo de carne, consumido com pão. Segundo a especialista, esse prato somente possui proteína, sem fibras, o que prejudica o bom funcionamento do intestino e afeta o sistema imunológico, por consequência. Para encerrar o dia, a última refeição de Trump varia entre um sanduíche ou lanches de fast food. Mas, no geral, a escolha costuma ser “um bife super bem passado”

Segundo a nutricionista, Trump não consome alimentos com ômega-3 (ácido graxo essencial para o bom funcionamento do organismo e das células cerebrais e que é encontrado em sementes de linhaça, peixes gordos como o salmão e nozes): “O corpo dele acaba substituindo isso por outros tipos de gorduras, que são menos fluidas, tornando mais difícil o trabalho dos neurotransmissores. Isso está muito ligado a distúrbios de humor”, explica a especialista.

“Uma dieta rica em proteínas, como a de Trump, pode aumentar a pressão sobre seus órgãos se ele não beber bastante água. E, quanto ao bacon, deveria ser cortado. É um produto de carne de porco processado que tem sido associado ao câncer, por isso seu risco de desenvolver a doença vai aumentar”, afirmou.

Noticias ao Minuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo