Cotidiano

Desaparecidos na Amazônia: perícia encontra sangue em lancha de suspeito

Vestígios de sangue foram encontrados nesta quinta-feira (9) na lancha de um homem investigado por envolvimento no desaparecimento na Amazônia do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips. A Polícia Civil pediu a prisão temporária dele, mas anda não se sabe se o sangue é humano ou de animais.

O suspeito de 41 anos, está preso desde terça-feira (7), mas por outro motivo. Durante as investigações sobre o sumiço dos dois, as autoridades encontraram com ele uma porção de droga e munição de uso restrito. A lancha usada por ele também foi apreendida.

No domingo (5), dia em que o indigenista e o jornalista desapareceram, o suspeito foi visto por ribeirinhos passando no rio logo atrás da embarcação dos dois, no trajeto entre a comunidade ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), não há, por enquanto, uma decisão sobre o pedido de prisão.

Bahia.ba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo