Cotidiano

Deputado bolsonarista ignora alerta de ministro do STF e diz que vai continuar a invadir hospitais

O deputado federal bolsonarista Torino Marques (PSL-ES) ignorou a advertência do ministro do Supremo Tribuna Federal (STF), Gilmar Mendes, que afirmou que invadir e incitar a invasão de hospitais é crime, e disse que continuará com a prática de “fiscalização˜.

Na última sexta-feira, Torino foi flagrado ao invadir o hospital Dório Silva, no Espírito Santo. O parlamentar garantiu que vai continuar e se irritou ao ser chamado de “invasor”. Segundo ele, o adjetivo cabe somente a pessoas como o “socialista Guilherme Boulos”, que “invade propriedade particular”.

“E garanto que nossas vistorias e fiscalizações não irão parar por aqui. Fiscalizaremos outras unidades e a destinação das verbas dos cofres públicos no combate à pandemia e no melhor atendimento para o povo capixaba […]Chamar de invasores é imputar como criminoso o ato dos deputados. É nos nivelar ao nível mais baixo dos socialistas amigos do governo, como o socialista Guilherme Boulos que invade propriedade particular”, disse em entrevista ao jornal A Gazeta.

Em uma live nesta semana, Jair Bolsonaro sugeriu que as pessoas conseguissem “uma maneira de entrar e filmar” hospitais de campanha construídos para enfrentar a Covid-19. Segundo ele, o objetivo é mostrar se os leitos estão sendo utilizados e os “gastos são compatíveis”.

No Twitter, o ministro Gilmar Mendes advertiu que tanto invadir quanto estimular a invasão de hospitais é crime, e chamou de “vergonhoso” os “agentes públicos” que embarquem nas teorias conspiratórias e coloquem em risco a “saúde pública”.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo