Cotidiano

Dentro de fazenda, Coelba acha “gato” de energia que dava abastecer 670 casas por um mês

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) conseguiu recuperar 100 mil kWh de energia, que seria suficiente para abastecer 670 residências durante um mês, após desativar uma ligação clandestina em uma fazenda situada na  Lagoa de Estevão, no município de Ibititá, no Centro-Oeste da Bahia.

Com apoio da Polícia Militar, os técnicos da distribuidora identificaram e removeram a ligação clandestina que abastecia a fazenda produtora de cebola e milho. Ao todo, a  operação contou com oito profissionais da Coelba. 

A fazenda é reincidente da ação criminosa. No local, foram retirados cabos e um transformador que estava instalado de maneira irregular. O valor da energia desviada em um período aproximado de um ano será cobrado ao proprietário do estabelecimento, que poderá responder pelo crime de furto de energia.  

O valor recuperado por meio da arrecadação de impostos estaduais e federais será revertido para a sociedade.   

CRIME

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até a oito anos de reclusão pela prática ilegal. Por isso é importante a denúncia de fraudes e furtos de energia.

O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. As denúncias são feitas de forma anônima através do telefone 116 ou no site da Neoenergia Coelba, na aba Denúncia de Irregularidade.

Aratuon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo