Sem categoria

Delegado de Santo Amaro atira para cima e expulsa vereadores de delegacia

O delegado plantonista de Santo Amaro, José Carlos Mastique, atirou para cima e expulsou da delegacia local um grupo de vereadores, segundo relato de moradores e de políticos do município. De acordo com sites locais, o fato ocorreu no dia 4 de junho. Um mês depois, a oposição cobra um desfecho. A série de episódios que culminou com a reação do delegado começou quando moradores da cidade colocaram fogo e saquearam um acampamento de ciganos no último dia 3 de junho. A polícia suspeitava que um cigano tenha sido o autor de um assassinato no dia anterior. Alguns dias depois, moradores foram até a Câmara Municipal reclamar da atitude de policiais, que teriam invadido casas, sem mandado, em busca de pertences saqueados durante o incêndio no acampamento dos nômades. “Fizeram uma passeata para dizer que os policiais estavam invadindo. O presidente da Câmara montou uma comissão para ir até a delegacia”, contou o vereador Zé Carlos (DEM), em entrevista ao Bahia Notícias. Segundo o relato do edil, integrantes da oposição e do governo procuraram o delegado Mastique. “O delegado disse que quem mandava era ele, mandou todo mundo se retirar e, na área livre, atirou. Eu nem vi se foi para cima ou para baixo”, relatou o democrata. A reportagem tentou entrar em contato com Mastique – que não estava na delegacia – e com o prefeito Ricardo Machado (PT), que também não foi localizado. Ainda de acordo com Zé Carlos, o assunto teria sido inclusive discutido em audiências com lideranças políticas. “Não deu em nada. O presidente da Câmara [Artur Suzart] é do PT. Isso aí é briga de branco. Quem nomeia é o governo e o governo é do PT”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo