Cidades

Delação da Odebrecht é homologada por Cármem Lúcia

Presidente do STF é uma espécie de plantonista durante o recesso do Judiciário.

A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) ministra Cármen Lúcia, homologou nesta segunda-feira (30) as 77 delações da construtora Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato. Em sua decisão, a ministra optou por manter o sigilo dos depoimentos prestados pelos executivos da empreiteira.

 

A expectativa é que a procuradoria geral da Republica peça ao STF que retire o sigilo, no total cerca de 200 políticos, ex-parlamentares e ministros podem ser implicados.

 

A PGR será agora responsável por pedir a abertura de inquérito contra os delatados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo